sábado, 6 de junho de 2015

Experimentar a Luz Élder Lynn G. Robbins

Experimentar a Luz


Esse foi o devocional de maio junto com nossos jovens do MAS estacas Parque Bristol e São Paulo Sul.com um delicioso lanche.
O discurso foi maravilhoso e inspirador eu vou postá-lo na integra abaixo para quem quiser ler ou para quem quiser assistir é só clicar no link.


Uma Autoridade Geral Fala a Nós, com o Élder LynnG. Robbins Devocional Mundial para Jovens Adultos • 3 de maio de 2015 • Tabernáculo de Salt Lake

Aniversário do blog

Parabéns 6 anos!!!
  Blog Juventude da Promessa Sud



Nossa passa muito rápido o tempo... a vida... me fez recordar da escritura em Jacó 7:26 que a nossa vida passou como um sonho e é isso esse tempinho passou como um sonho... é tão bom recordar cada momento dedicado ao blog ultimamente tenho despendido pouco tempo... mas enfim só tenho motivos para comemorar.


quinta-feira, 28 de maio de 2015

Novos inicios de moças de valor


Oi gente eu ainda estou no MAS e não pude deixar de falar desse momento tão especial na vida dessas meninas todas eram minhas abelhinhas hoje estão saindo das moças como Lauréis.
Não tem como não ficar feliz com elas... bom eu sou suspeita para falar dessa turminha e elas moças lindas de valor que receberam seu medalhão honrosamente e eu estava lá e foi ultra mega espiritual. Ah... e a sister Gonçalves também recebeu seu medalhão. Parabéns ... Parabe´ns... Só quem já fez o progresso pessoal de capa a capa sabe o que estou falando eu já fiz 3 vezes acho que já cheguei a comentar aqui pelo blog e não foi nada fácil.
Estava tudo muito lindo Parabéns a nova presidência das moças da Ala e da Estaca. 









segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

FSY EM Sao Paulo 2015

Há muito tempo não aparecço por aqui mas deu uma vontade incontrolável de divulgar essa experiência tão maravilhosa que os jovens da ORM na nossa ala estão vivendo novamente, bastou ver algumas fotos do FSY 2015 antigo EFY 2011 para me trazer esse ânimo e inspiração.
Como sabem não estou mais na ORM mas vale lembrar. Este ano algumas das moças foram novamente com nossa estaca que é participante muitas delas agora com 18 anos e a pequeninas que tinham 12 e 13 anos agora estão lá que emoção... essas minhas meninas de 18 anos inauguraram no Brasil essa conferência de cinco dias há alguns anos atrás já foi boa imagina agora.
Uma organização maravilhosa parabéns ao pessoal do Staff Felipe Rocha e todos os outros instrutores e consultores do MAS que deram o sangue nos ensaios e preparativos que dedicaram-se treinando e programando com um ano de antecedência esse grandioso evento.
Sei que é um programa inspirado pelo Senhor para abençoar jovens e ambas organizações MAS e ORM edificam-se.
O lugar deste ano é lindo paradisíaco e me inspirou apenas olhando algumas fotos é só dar uma olhadinha no link pagina facebook.
O que é bom precisa ser falado e divulgado.





quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Repaginada no blog

Como disse no post anterior fui desobrigada da ORM da estaca em julho depois de longos anos servindo na ORM da ala e estaca agora eu e meu esposo somos lideres do Jovens Adultos Solteiros uma nova batalha pela frente estou animada, mas é um pouco diferente vou continuar postando atividades interessantes mais direcionada aos Jovens Adultos Solteiros.

Incrível Desafio de Oratória

Esta foi umas das experiências mais espirituais que já vivenciei por isso que mudei o nome para Incrível Desafio de Oratória vou explicar tudinho para quem quiser fazer em sua estacas sintam-se a vontade.

Tudo começou com a união da Escola Dominical da estaca juntamente conosco da ORM da estaca. O Renan Presidente da Escola Dominical Elaborou uma cartilha de oratória (que vou colocar no final deste post).
Para que os jovens tenham uma ajuda na preparação dos seus discursos. A atividade foi dividida em três momentos:
1o. Preparação: Foi entregue no intervalo da Conferência Geral de Abril, com quatro meses de antecipação para que os jovens se prepare adequadamente. Abril e Maio.
2o. Pré-seleção dos melhores jovens que nós chamamos de prévia. Todos os jovens discursavam e os ouvintes escolhiam o que preenchia todos os requisitos da cartilha. Maio/Junho.
3o. Atividade o Desafio acontecerá dia 28/07/2013.

Esta foi a tabelhinha de reqauisitos
Assinale qual requisito o jovem se destacou e ao final indique qual foi o que melhor:
1. Teve domínio do assunto escolhido (profiriu discurso sem ler)
2. Seguiu a estrutura de discurso sugerida (Introdução, Assunto Central e Conclusão)
3. Conseguiu ganhar sua atenção durante todo o discurso
4. Convidou os ouvintes à ação
5. Contou experiencias espirituais próprias
6. Usou as escrituras e as palavras dos prefetas atuais
7. Ensinou a doutrina corretamente e cumpriu o tempo designado (até 10 min)
Nome do Jovem Indicado:





A primeira previa foi na ala Parque Bristol e os jovens deram um show com seus discursos seguem fotos dos corajosos.




Marcelo venceu esta etapa entregamos um certificado de participação a todos os jovens.
Na ala Jardim Clímax os jovens arrasaram foi ótimo ter o apoio dos pais e membros.



Larissa e Daiana finalista das alas Jd. Clímax e V. Liviero

Na ala Caraguatá foi muito bom os esforços de todos jovens alguns não tiveram coragem de participar nessa previa eu fui desobrigada da ORM fiquei triste pois é muito bom ajudar esses jovens, mas agora os meus desafios são outros com os jovens adultos solteiros.




A Ana Célia foi a grande vencedora desta fase parabéns tocou o coração dos presentes e ela é apenas uma abelhinha


Como disse quando ocorreu a previa da ala vila Esther eu não estava mais na organização e eu não podia deixar de prestigiar o desfecho da atividade. Nossa como foi difícil os jovens estavam muito bem preparados amei os esforços empenhados por eles.



E o finalista desta etapa foi o Matheus



Estes foram os cinco melhores de suas ala eles se enfrentaram na grande final e foi maravilhoso ouvir discursos que tocaram nossos corações e me fizeram chorar de emoção... foram tantas emoções. Dos cinco, dois foram escolhidos eles terão que discursar na próxima conferência da estaca e todos ganharam um Livro Ensinamentos de Gordon B. Hinckley e um certificado de finalista. Os dois escolhidos foram a Larissa e o Matheus els realmente se superaram. Parabéns jovens sei que o que vocês aprenderam e sentiram ficará para toda vida de vocês.




CARTILHA DA ATIVIDADE DE ORATÓRIA DA ORM DA ESTACA
ABRIL/2013

INTRODUÇÃO
Esta cartilha foi elaborada pela presidência da Escola Dominical da Estaca Parque Bristol a pedido da presidência da ORM da estaca. O propósito das instruções desta cartilha não foi esgotar o assunto, mas apenas dar uma visão geral sobre o tema Oratória e dar diretrizes gerais para a realização da atividade.
As instruções aqui contidas são baseadas no manual Ensino não Há maior Chamado, ensinamentos das autoridades gerais e em livros de oratória. Procuramos adaptar ao máximo as necessidades dos jovens da estaca e dar uma noção geral a respeito da oratória. Desde já incentivamos todos os rapazes e moças a se dedicarem a aprender a falar em publico através do estudo e da realização de cursos específicos e não se contentarem com aquilo que irão aprender na atividade. Esta cartilha está dividida em quatro partes:
I. Instruções Gerais para Falar na Igreja;
II. Como Preparar o Discurso,
III. Partes de Um Discurso; e
IV. Anexo I e II .
Na parte I explicamos princípios gerais que todos aqueles que falam na igreja devem seguir. Na parte II explicamos como cada jovem devem escolher e preparar seu discurso. Na parte III mostramos como deve ser estruturado o discurso, bem como explicamos brevemente as partes que deve ter qualquer apresentação. Na parte IV iremos encontrar a folha de esboço (ANEXO I), para que cada jovem monte seu discurso, e os critérios que iremos utilizar na avaliação e treinamento de cada jovem (ANEXO II).
Acreditamos sinceramente que ao seguirmos as instruções aqui contidas teremos ótimos discursos na atividade e que ao sermos convidados a discursar nas reuniões da Igreja iremos fazê-lo com maestria. Devemos lembrar que quando ensinamos na igreja devemos fazer pelo Espírito Santo. As escrituras ensinam que o Espírito será dado pela oração da fé, e se não receberdes o espírito não ensinareis (D&C 42:14).Aprendemos também que o Senhor nos convida a adquirirmos todo o conhecimento que pudermos para que possamos ser melhores instrumentos em suas mãos.( D&C 11:21) Desta maneira convidamos todos a aprenderem as técnicas de ensino/oratória contidas nos manuais da igreja e em bons livros e, orem para que ensinem pelo poder do espírito.
3
1. INSTRUÇÕES GERAIS PARA FALAR NA IGREJA
1.1. Para que possamos falar com poder, clareza e com o espírito precisamos seguir as seguintes sugestões1:
a) Ore para compreender as necessidades daqueles a quem você vai falar.
b) Identifique a doutrina-chave que ajudará a atender a essas necessidades.
c) Selecione escrituras e palavras dos profetas vivos que ensinem essa doutrina.
d) Inclua suas próprias experiências na aplicação prática da doutrina.
e) Faça um esboço do que vai falar.
f) Pratique seu discurso até se sentir confiante de que pode falá-lo de cor, sem ler o discurso.
1.2. Para que possamos ajudar a manter a ordem e reverência que deve prevalecer nas reuniões da igreja precisamos cumprir o tempo que nos foi designado e sempre dizer a origem das citações que usarmos.
1.3. O objetivo do orador é o de ensinar a doutrina de Cristo, testificar a respeito da doutrina e ensinar à congregação, de forma que suas palavras convide o Espírito do Senhor, para que ele possa estar presente.
“O Senhor nos ajudará, a saber, o que devemos dizer aos que formos convidados a ensinar. Ele ajuda os missionários. Ele ajuda Seus servos. E Ele vai ajudar cada um de nós. A própria doutrina que ensinamos nos mostrará como convidar e quais as bênçãos prometidas, ao enfocarmos as escrituras e as palavras dos profetas vivos. Não precisaremos ler nosso discurso, porque vamos prepará-lo de maneira a podermos confiar no Espírito, e não em um texto escrito. Nosso testemunho da veracidade do que ensinamos será evidente em todo o nosso discurso. O Senhor vai falar por nosso intermédio, porque, como o Presidente Thomas S. Monson ensinou: “Quando estamos a serviço do Senhor, temos direito à ajuda Dele”. “(Russell T. Osguthorpe, Presidente Geral da Escola Dominical, “Treinamento Geral Escola Dominical”)”.
1 Russell T. Osguthorpe, Presidente Geral da Escola Dominical. Retirado do sítio eletrônico https://www.lds.org/callings/sunday-school/messages-from-leaders/speaking-in-church
4
2. COMO PREPARAR O DISCURSO
2.1. ESCOLHENDO O ASSUNTO
O tema da atividade de oratória da ORM da Estaca é o novo currículo dos Jovens o “Vinde a Mim”. Dentro do tema do mencionado currículo, o jovem poderá escolher um dos seguintes assuntos: A Trindade; O Plano de Salvação; A Expiação de Jesus Cristo; A Apostasia e Restauração; O Sacerdócio e as Chaves do Sacerdócio; As Ordenanças e os Convênios; O Casamento e a Família; Os Mandamentos; Tornar-se mais Semelhantes a Cristo; Autossuficiência Espiritual e Material; A Edificação do Reino de Deus nos Últimos Dias.
Escolha um assunto que tenha maior familiaridade ou que deseja adquirir um maior conhecimento. Ao discursar procure falar sobre um ângulo que o auditório ainda não tenha ouvido falar. Seja criativo.
2.2. DETERMINAR OS OBJETIVOS DO DISCURSO
Sempre que formos ensinar ou discursar, precisamos ter um objetivo preestabelecido. Para determinar os objetivos do discurso você deve pensar sobre as seguintes perguntas: “O que de fato deseja obter com a apresentação?”; “Quais as verdadeiras causa que o motivaram a falar?”.
Ao determinar o objetivo do discurso, você deve pensar nas necessidades das pessoas e orar para saber a vontade do Senhor.
Dentre vários objetivos você pode escolher, por exemplo: persuadir os ouvintes a cumprir determinado mandamento, ensinar os ouvintes sobre determinado princípio ou doutrina, consolar os ouvintes.
2.3. ESTUDO DO ASSUNTO ESCOLHIDO
O estudo do assunto escolhido deve começar assim que souber a data da apresentação. Você deve se tornar um especialista no assunto escolhido, pois isto te dará maior confiança na hora da apresentação. O conhecimento é uma das mais importantes características do bom orador. O Senhor ensinou: “Se estiverdes preparados não temereis” (D&C 38:30). Lembre-se que terá de treinar seu discurso para estar apto a fala-lo de cor. Estude tudo que puder sobre o assunto escolhido. Caso tenha dúvidas doutrinárias procure seus líderes ou professores ou envie email para renanwmendes@gmail.com.
Você deve preparar seu discurso usando: Obras padrão (Bíblia, Livro de Mórmon, Doutrina & Convênios e Pérola de Grande Valor), Livros da Igreja e Revistas da Igreja. Evite usar “historinhas” fictícias. Em vez disso prefira relatos de fatos marcantes do dia a dia e histórias das escrituras. Jamais apresente um discurso da Liahona como se fosse seu. O discurso deverá ser preparado usando a folha de esboço desta cartilha no anexo
5
3. PARTES DE UM DISCURSO
Um discurso bem preparado e estruturado tem pelo menos as seguintes partes:
3.1. Primeira parte do discurso: INTRODUÇÃO
O propósito da introdução do discurso é cumprimentar os ouvintes, conquistar a atenção deles, informar sobre o que vai falar fazer um breve relato histórico sobre o tema ou levantar um problema relacionado com o tema e por fim apresentar tópicos que deseja cumprir com o desenvolvimento do assunto. Você deve gastar 20% do tempo total de seu discurso nesta primeira parte
Sugerimos que sigam esta ordem na INTRODUÇÃO:
I. Cumprimente os ouvintes. Exemplo: Gostaria de desejar uma boa noite a todos os irmãos.
II. Conquiste a atenção dos ouvintes. Nesta parte você deve compartilhar algo que chame a atenção dos ouvintes. Tem que ser algo marcante. Lembre-se que muitos já falaram sobre o assunto que vai falar. Exemplo: Fato ou narrativa interessante; Fato Humorado; Citação, frase ou informação que provoque impacto. Observação: Nunca comece seu discurso com uma piada, nunca pedir desculpas para o auditório, nunca falar que o tempo é insuficiente, nunca pedir desculpas devido ao mal estado de saúde ou rouquidão.
III. Informe aos ouvintes qual é o assunto: Fazer isto em uma ou duas frases. Exemplo: Hoje irei falar sobre o templo e as bênçãos que recebemos ao frequentá-lo. A ausência desta parte da introdução pode comprometer o entendimento dos ouvintes.
IV. Faça um retrospecto histórico ou levante um problema: Antes de apresentar o assunto você poderá fazer um retrospecto, comentar um pouco do passado, até chegar ao momento atual, objeto da exposição. Você também pode levantar um problema que precisa ser solucionado. Exemplo: Ao falar sobre o assunto “As Escrituras” você pode falar do sacrifício que muitas pessoas passaram para podermos lê-las em nossos dias. Também pode, por exemplo, levantar o problema que muitos têm com o estudo diário das escrituras.
V. Divida seu discurso: Você pode organizar seu discurso em tópicos. Não convém dividi-lo em mais de 3 ou 4 partes.Você poderá revelar aos ouvintes as partes de seu discurso para ajudá-los na compreensão.
3.2. Segunda parte do discurso: Assunto Central
Nesta parte do discurso você utilizará todos os argumentos de que dispõe como: exemplos, escrituras, citações, experiências espirituais, testemunhos, estudos científicos, estatísticas, definição etc. Tudo isso deve ser apresentado de uma forma lógica e coerente. Ao discorrer sobre o assunto escolhido, sempre deve ter em mente o objetivo que deseja alcançar. Você deverá sempre mencionar a fonte de suas citações informando a referência de onde extraiu as informações. Dê preferências as escrituras antigas e modernas. Fale com naturalidade como se estivesse conversando com seus melhores amigos. A naturalidade, junto do conhecimento, é a principal
6
característica do bom orador. Evite o uso de gírias. Tome todo o cuidado para que ensine a doutrina de Cristo corretamente. Não será permitido o uso de auxílios didáticos (gravuras, objetos etc), nem apresentações em POWER POINT. Você deve gastar 70% de seu tempo nesta parte. Procure apresentar de uma forma inovadora. Lembre-se que na igreja aprendemos por repetição, caso não seja criativo e não traga coisas novas, muitos podem perder o interesse. Seja criativo.
3.3. Terceira parte do discurso: Conclusão
A conclusão deve ser menor que a introdução e é composta de três partes, a saber: recapitulação, epílogo e testemunho. Você deverá gastar 10% do tempo total.
I. Recapitulação: É a parte da conclusão em que, em uma ou duas frases você contará para os ouvintes o que já falou. É uma espécie de resumo da essência do assunto abordado.
II. Epílogo: Você deverá levantar uma reflexão ou/e convidar os ouvintes a ação.
III. Testemunho: Preste o testemunho sincero.
7
ANEXO I ESBOÇO DO DISCURSO
TEMA DO DISCURSO: “Vinde a Mim”
ASSUNTO:__________________________________________________
OBJETIVO DO DISCURSO:______________________________________
TEMPO DO DISCURSSO:________
INTRODUÇÃO_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
ASSUNTO CENTRAL: ____________________________________________
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
CONCLUSÃO:___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
8
ANEXO II ESCOLHA DO JOVEM E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
a) Escolha do jovem orador
Um jovem de cada ala será escolhido para se apresentar na estaca, na ultima parte da atividade. A escolha do jovem será feita da seguinte forma:
 A Liderança das moças da ala indicará um jovem (rapaz ou moça)
 A Liderança dos rapazes da ala indicará uma moça (rapaz ou moça)
 A Liderança da estaca (Escola Dominical, Rapazes e moças) indicará um jovem (rapaz ou moça).
 Dentre os indicados será sorteado o escolhido.
Observação: O mesmo jovem poderá ser indicado mais de uma vez. Desta forma iremos privilegiar aqueles que mais se esforçarem.
b) Critérios de Escolha do Jovem Orador
Ao indicar um jovem os líderes deverão levar em consideração os seguintes critérios:
1. O jovem demonstrou domínio do assunto escolhido
2. O jovem seguiu a estrutura de discurso sugerida no ANEXOI
3. O jovem conseguiu ganhar a atenção do auditório durante todo o discurso
4. O jovem convidou os ouvintes à ação
5. O jovem contou experiências espirituais próprias
6. Usou as escrituras e as palavras dos profetas atuais
7. Ensinou a doutrina corretamente e cumpriu o tempo designado
Para cada um dos itens acima será feita a seguinte avaliação: 0 (não fez );5 (fez mais ou menos);10 (fez corretamente). O jovem que receber a maior pontuação deverá ser o indicado.
OBSERVAÇÃO: O jovem que não apresentar o discurso de cor será automaticamente eliminado e não poderá ser indicado. Ao apresentar o discurso, o jovem poderá ter consigo apenas o esboço do discurso e escrituras. 

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Treinamento de liderança diferente


Este treinamento aconteceu no dia 09/06/2013 foi bem diferente, queriamos sair um pouco da mesmice. E preparamos uma roda de conversa para que todos falem e dividam suas vivências. Começamos fazendo um círculo personalizado isso mesmo colamos os nomes das nossas líderes nas cadeiras para sentirem-se amadas e ressaltar a importância da presença de cada uma na organização e na delegação de suas tarefas. Preparamos algumas perguntas rotineras da organização mutuais, progresso pessoal... e a medida que elas falavam as outras líderes anotavam as experiências uma das outras. Foi uma experiência enriquecedora para elas e para nós. A mensagem espiritual foi baseada no manual de liderança p.12 item 3.2.3 que ressalta o amor em João 13:34-35 e no item 3.3.2 D&C 38:27 diz que devemos desenvolver união e harmonia para termos a companhia do Espirito Santo. "Se não sois um não sois meus ". No final nos confraternizamos com os rapazes e seus lideres com doces típicos de festa junina.
Segue a pauta da reunião:

- Nomes nas cadeiras : Presidente, Conselheira1 Conselheira 2 e Secretária
- Roda de conversa : 
FUNÇÃO DO LÍDER - Treinar outros líderes
-  O que se tem feito prá treinar seu pessoal nas alas?
- Por que o lugar do seu membro da presidência estar vago?
- Após treinamento na estaca, reunem-se prá redirecionar os trabalhos?
                                
 AULAS :  - Quais resultados positivos que já são verificados com a utilização do novo curriculum?
- Como são feitos os acompanhamentos dos desafios lançados nas aulas anteriores?
- Há consultoras? Sua importância há rodízio?
 
CALENDÁRIO/2013 das atividades/mutuais ( acompanhar designações pedidas em 23/02 ) - Troca de experiências das atividades realizadas.
 
RELATÓRIOS DAS MUTUAIS por uma jovem
- Como fazer para estimular a jovem a participar da Mutual
                                                        
NOITE DE EXCELÊNCIA - Como estão os registros das atividades 

AGENDA DO DOMINGO - Como sua Moça recebe a designação de participação? Aniquilar os improvisos e agenda na lousa.
 



 




               










Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...